O Ursinho Puff é, na verdade, uma fêmea. Bom, isso é o que diz o livro Finding Winnie: The True Story of the World's Most Famous Bear (Encontrando Winnie: A Verdadeira História do Urso Mais Famoso do Mundo).  A obra, escrita por Lindsay Mattick, relata a origem do personagem conhecido como Winnie the Pooh ( Ursinho Pooh ou Puff no Brasil) .

Segundo Lindsay, durante a Primeira Guerra Mundial, seu bisavô, o tenente e veterinário Harry Colebourn, comprou uma filhote de urso preto e, em homenagem à cidade canadense de Winnipeg, a batizou de Winnie. Quando foi convocado para levar seu regimento até a França, Colebourn teve que deixar a ursa em um zoológico de Londres.

Lá, Winnie começou a ser frequentemente visitada por um garoto chamado Christopher Robin. O menino amava tanto Winnie que deu o nome dela a seu próprio urso de brinquedo.  Toda vez que voltava para casa o garoto falava sobre o animal para seu pai, o escritor Alan Alexander Milne, autor das histórias de Winnie the Pooh. 
Escritora publica foto de bisavô com Winnie em 1914